Notícias

Sebrae lança movimento para estimular a sociedade a consumir produtos e serviços de pequenos negócios

Post 29 Fevereiro 2016 em Notícias
Avalie este item
Lido 946

No mês passado, o Sebrae lançou o Movimento Compre do Pequeno Negócio, uma inciativa para estimular a sociedade a consumir produtos e serviços de negócios de pequeno porte. Hoje, mais de 10 milhões de empresas no Brasil são micro e pequenas. Juntas, respondem por 27% do Produto Interno Bruto (PIB) e por mais de 17 milhões de postos de trabalho, o equivalente a 52% dos empregos com carteira assinada. “Queremos criar uma onda favorável na sociedade: juntar um ato de cidadania com um ato de mercado, que faça o consumidor entender por que é importante comprar do pequeno negócio”, diz Luiz Barretto, presidente do Sebrae.
A iniciativa conta com o hotsite www.compredopequeno.com.br, onde os empreendedores podem cadastrar sua empresa, facilitando ao consumidor encontrar o que precisa perto de casa ou do trabalho. Enquadram-se como pequenos negócios as empresas que faturam, no máximo, R$ 3,6 milhões por ano. No campo, o número de negócios de pequeno porte ultrapassa 4,2 milhões, o que inclui os agricultores familiares e pequenos produtores. É o caso da Goiabada Zélia, uma agroindústria familiar com quase 80 anos de história, localizada na Fazenda Jatiboca, na cidade de Ponte Nova, Minas Gerais. Em meados da década de 1930, as irmãs Ieêta, Sinhazinha e Marta Mol deram início à fabricação de goiabada para complementar a renda da família. Naquela época, batizaram o empreendimento de Fábrica de Goiabada São José, que depois passou a se chamar Celeste, em homenagem a uma sobrinha.
Em 1960, Olavo Gonçalves Mol comprou a fazenda das irmãs e mudou o nome da fábrica para Goiabada Zélia, em prestígio à esposa. Nesse período, ele fez vários investimentos. Comprou tachos de cobre, fez uma caldeira para o preparo do doce e abriu mercado. Hoje, a fábrica é gerenciada pelos filhos de Olavo, José Renato, Carminha e Celeste, que mantêm a receita da época das tias: goiaba e no máximo 50% de açúcar. “A diferença foi uma consultoria do Sebrae no ano passado, que impulsionou nossas vendas”, diz José Renato.

Nova cara

Os consultores do Sebrae instruíram os irmãos Mol a mudar a embalagem da goiabada para, já no rótulo, comunicar que se trata de um doce artesanal mineiro, feito na roça. O novo design trouxe um incremento de 60% na comercialização, que tem sido comemorado pelas três famílias. A matéria-prima do doce vem dos 30 hectares de goiabeiras da fazenda e de pequenos produtores parceiros. A fábrica conta com 15 funcionárias e produziu 90 toneladas no ano passado.
A Goiabada Zélia foi eleita pelo jornal Estado de S.Paulo como uma das dez melhores goiabadas do país em 2012 e, no ano passado, recebeu o prêmio Expressões das Gerais, da TV Band Minas. O reconhecimento consagra o trabalho de várias gerações da família e abre portas para novos clientes. “Vendemos para laticínios, empórios, delicatessen, mercados municipais e sacolões de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná”, diz Renato.

http://revistagloborural.globo.com/Empreender/noticia/2015/09/em-evidencia.html

Última modificação em Segunda, 29 Fevereiro 2016 18:44
Lido 946
Publicado em Notícias

 

PARTICIPE DAS NOSSAS REDES SOCIAIS